Portfólio Poder e cultura na época moderna

Código: FLT4X6BYS-poder-cultura
R$ 33,00
até 3x de R$ 11,00 sem juros
ou R$ 30,00 via Pagamento na entrega
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 33,00 sem juros
    • 2x de R$ 16,50 sem juros
    • 3x de R$ 11,00 sem juros
  • R$ 33,00 Boleto Bancário
  • R$ 30,00 Entrega
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

DESCRIÇÃO


PORTFÓLIO PODER E CULTURA NA ÉPOCA MODERNA 5° semestre

CURSO: HISTÓRIA

DISCIPLINAS :  • História do Brasil Colonial • Metodologia do Ensino de História • História Moderna • Práticas Pedagógicas em Ciências Humanas: Transformações Sociais no Espaço e no Tempo • História da América

POSSUI UM TOTAL DE 9 PÁGINAS

ASSIM QUE O PAGAMENTO FOR APROVADO SIGA O PASSO A PASSO A SEGUIR:

PASSO 1 . ACESSE SUA CONTA COM EMAIL E SENHA CADASTRADOS.

PASSO 2. ENTRE NA ABA MEUS PEDIDOS

PASSO 3. CLIQUE NO NUMERO DO PEDIDO.

PASSO 4. ACESSE DOWLOANDS PARA BAIXAR O ARQUIVO DOC.

A proposta de Produção Textual Interdisciplinar Individual (PTI) terá como temática “Poder e
Cultura na época moderna”. Escolhemos esta temática para possibilitar a aprendizagem
interdisciplinar dos conteúdos desenvolvidos nas disciplinas desse semestre.

ORIENTAÇÕES DA PRODUÇÃO TEXTUAL

Por meio da leitura da SGA, você deve estudar os textos propostos e aplicar o conhecimento
adquirido nas disciplinas desse semestre. O intuito dessa produção textual é desenvolver um
conhecimento integrado sobre o funcionamento do mundo atlântico (Europa e América), com ênfase
nos aspectos cultural e político.

Situação Geradora de Aprendizagem (SGA)

Em 1994, com a publicação da obra História em Migalhas, o historiógrafo francês François
Dosse diagnosticou e denunciou o processo de fragmentação do conhecimento histórico, pela
incapacidade ou pelo desinteresse dos historiadores do final do século XX, em estabelecerem
explicações generalizantes e/ou integrar as múltiplas histórias dos diferentes povos e comunidades
do mundo. Quase 30 anos depois da publicação da obra, parte da argumentação de Dosse ainda é
relevante; pois, a ampliação da divisão do trabalho nos últimos 50 anos aprofundou o processo de
especialização em todas as áreas da vida humana.
Nesse sentido, as pessoas são formadas – e isto inclui os historiadores – para dominarem
profundamente uma técnica e/ou um conhecimento muito específicos, por exemplo, um historiador
especializado no folclore gaúcho, um ortopedista especializado em joelho ou um engenheiro civil
especializado em ponte pênsil. Esse processo de especialização foi fundamental para o aumento da
produtividade e da qualidade das mercadorias e dos serviços disponíveis na atualidade. Contudo,
segundo muitos pensadores como Dosse, essa ultra especialização gerou um vazio de orientação
ético-política, a incapacidade de pensarmos a integração das técnicas/conhecimentos para
projetarmos e construirmos um mundo mais justo, livre, igualitário e fraterno.
A temática escolhida para esse trabalho tem o intuito de superar os problemas dessa ultra
especialização, integrando o conhecimento aprendido nas diversas disciplinas do semestre para

elaborar um texto panorâmico que relaciona as dinâmicas culturais e políticas, bem como a relação
entre a América e a Europa no período moderno.

Situação-Problema

Você é professor da área de Ensino de História de uma faculdade que tem o costume de fazer
um evento interdisciplinar no fim de cada ano letivo, neste evento ocorre uma cerimônia de
homenagem a um dos docentes do curso. Durante o evento, é tradição o docente homenageado
proferir um discurso integrando o conhecimento apreendido ao longo do último semestre. Neste ano
letivo você foi o homenageado e, portanto, precisa elaborar um discurso interdisciplinar que
comtemple História do Brasil Colonial, História Moderna, História da América, Práticas Pedagógicas
em Ciências Humanas e Metodologia do Ensino de História.
Nesse sentido, você estabeleceu o objetivo de demonstrar que a sociedade europeia moderna
naturalizava a desigualdade social existente entre nobreza/clero (superiores) e plebe (inferiores), que
a prática da etiqueta entre a nobreza era utilizada para gerar distinção social, que o clero utilizava da
fé para legitimar sua posição sociocultural e o sistema político absolutista, que a colonização tinha o
interesse de reproduzir essas características em todo o mundo em benefício dos grupos europeus
abastados e, finalmente, que o ensino de História tinha a principal função de dignificar e santificar
membros da nobreza e do clero para manutenção da sociedade estamental.
Você já tem a temática e os objetivos gerais, agora é preciso o mais difícil: desenvolver o texto
do seu discurso, vamos lá?

ORIENTAÇÕES PARA A EXECUÇÃO DO TRABALHO
Para realizar essa atividade, é preciso cumprir as seguintes etapas:
1. Ter apreendido os conteúdos das disciplinas deste semestre.

2. Estudar os seguintes artigos:
• Lilia K. Moritz Schwarcz resenha de BURKE, Peter. A fabricação do rei. Rio de Janeiro, Jorge
Zahar, 1994, 254pp. Revista de Antropologia, São Paulo, USP, 2000, v. 43, n. 1. Disponível em

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-77012000000100010 Acesso
em 22 de janeiro de 2021.
• RUCKSTADTER, Flávio M. M.; RUCKSTADTER, Vanessa C. M. As origens do Ensino de História
no Brasil Colonial. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, número especial, p.76-85, mai.2010.
Disponível em
https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639781 Acesso em
22 de janeiro de 2021.
• CASTRO, Raimundo Nonato. As representações indígenas no processo de colonização do
Brasil. Revista Eletrônica História em Reflexão, v. 6, n. 11, UFGD: Dourados, jan/jun 2012.
Disponível em
https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/historiaemreflexao/article/download/1875/1043 Acesso
em 22 de janeiro de 2021.

3. Pesquisar e consultar outras fontes (textos, artigos e afins) sobre o tema na Biblioteca Digital e na
Biblioteca Virtual.

4. Produzir um texto de no mínimo 2 (duas) laudas e no máximo 4 (quatro) laudas que discuta e
relacione os seguintes itens:
• Características da sociedade estamental e da monarquia moderna.
• Cultura e simbolismo como legitimação da monarquia e da sociedade estamental.
• Cultura e Ensino de História eurocêntricos no processo de colonização da América (incluindo
o Brasil).
• Relação da Igreja Católica com a legitimação simbólica da monarquia moderna e da
colonização da América (incluindo o Brasil).


 

Produtos relacionados

R$ 33,00
até 3x de R$ 11,00 sem juros
ou R$ 30,00 via Pagamento na entrega
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • PagHiper
Selos

Portfólioo EAD - CPF: 867.655.499-43 © Todos os direitos reservados. 2021


Para continuar, informe seu e-mail

Assessoria especializada na elaboração de trabalhos acadêmicos. Atuamos desde 2017. Garantimos aprovação no seu trabalho acadêmico. Entre e confira! Portfólio pronto Portfólioo EAD - Portfólio Pronto, Trabalhos Acadêmicos